De Rio a Santiago

Nossa viajante coloboradora, Alessandra de Marca, veio de Rio de Janeiro, Brasil a Santiago de Chile e quiz compartilhar no blog de GoChile sua experiência.

A minha viagem ao Chile ocorreu repentinamente. O meu irmão conseguiu um emprego em Santiago e devido a estar de férias na faculdade resolvi acompanha-lo, com o intuito de aperfeiçoar o meu espanhol.

Cheguei em Santiago no meio de fevereiro, a temperatura na cidade era alta, porém, durante a manhã e a noite fazia um pouco de frio. Estranhei bastante, pois no Rio de Janeiro quando é verão, faz calor o dia todo, porém lá, acordava de manhã, colocava um agasalho e a tarde necessitava retirá-lo novamente, pois estava bastante quente.

Me hospedei primeiramente em um hotel próximo a avenida providência, gostei bastante, já que conseguia fazer praticamente tudo a pé e quando não conseguia, sempre havia um metrô próximo. O metrô de Santiago me surpreendeu, pois devido ao Chile ser um país subdesenvolvido como o Brasil, acreditava que o metrô não seria tão completo, ou seja, não atingisse a muitos pontos da cidade.

Na escola de Espanhol, fiz muitas amizades, porém praticamente todos eram brasileiros e com eles visitei muitos pontos turísticos da cidade. Passeei pelo o centro da cidade, conheci a prefeitura, a catedral, o palácio La Moneda e alguns museus. Me arrependi bastante de não ter visto a troca de guarda no palácio La Moneda, pois todos que foram falaram muito bem.

Conheci o Cerro Santa Lucia e o Cerro San Cristóbal, gostei mais do Cerro San Cristóbal, pois havia mais atrações, pena que não consegui ver muito bem a vista de Santiago de Chile, pois havia uma camada branca impedindo, devido a existência de muita poluição na cidade.  Depois de visitar o Cerro San Cristóbal, fui a casa de Pablo Neruda e fiquei encantada.

Além de conhecer a cidade, também viajei para Viña del Mar e Valparaiso. Valparaiso achei interessante, porém confuso e um pouco sujo em relação aos demais lugares antes visitados. Viña del Mar no período de temporada fica muito cheio, mas eu adorei, fiquei hospedada em Reñaca, havia música na praia, pessoas distribuído amostras grátis, brincadeiras, barracas enfeitadas e pessoas bonitas, não resisti e voltei no final de semana seguinte.

Gostei muito da minha viagem para Santiago, fui para ficar três semanas e acabei ficando cinco, achei a cidade agradável e bem organizada. Com certeza voltaria novamente, da próxima vez gostaria de ir no inverno para visitar o Valle nevado e outras estações de esqui.